Android Chrome OS?

Que alguma coisa está acontecendo dentro da sede do Google ninguém duvida. Principalmente no que se refere aos seus Sistemas Operacionais, Chrome OS e Android. Andy Rubin, que comandou o Android por muito tempo acaba de sair deste posto, embora não tenha saído da Google. Enquanto isso, Sundar Pichai, vice presidente do Chrome e Google APPs, que acaba de assumir a divisão do Android,  anda cada vez mais querido dentro da empresa. Já assumiu o Chrome OS e a entrega dos Chromebooks.

Esses movimentos levam a alguns a especular, mais uma vez,  que a Google irá mesclar o Android com o Chrome OS, mas é pouco provável que isto  irá acontecer.

O The Verge, é um dos que argumentam que o Android e o Chrome OS caminham para uma fusão:

Provavelmente, ele vai dizer que o Google Chrome OS e Android irão mesclar em um único sistema operacional. Isso não vai acontecer de imediato, e vai exigir Pichai para gerenciar e integrar as duas equipes com filosofias potencialmente diferentes sobre o futuro da computação, mas se ele puser ir além, a plataforma do Google estará em concorrência direta com o Windows como o maior sistema operacional do mundo. Enquanto é fácil girar “sonhos de algodão-doce” sobre o OS do futuro, os blocos já estão disponíveis para o Google oferecer um verdadeiro sistema operacional para se tornar tão dominante quanto o Android em si.

Embora possa haver mais alinhamento estratégico entre o Android e o Chrome OS, estes sistemas operacionais não devem se fundir, porque não há razão para isto, e mesclá-los seria uma dor de cabeça enorme para ser desenvolvido.

A Apple é um enorme sucesso com o seu Mac OS, mas Mac OS não é iOS. Da mesma forma, o Windows da Microsoft não é a mesma coisa que a plataforma móvel da Microsoft. Estamos caminhando para um mundo onde o uso da tecnologia móvel é tão onipresente e importante que os sistemas operacionais móveis têm de ser dedicados a serviços simples, aplicativos eficientes concebidos para smartphones, tablets e outros dispositivos móveis novos. Chrome OS, neste momento, funciona melhor como uma plataforma baseada para desktops.

Muitas pessoas não conseguem perceber a rapidez com que o Android se tornou uma plataforma importante. Em 2009, o Android estava em um telefone, e não estava claro se ele iria sobreviver. Agora é uma plataforma enraizada para telefones e tablets que muitos fabricantes tem interesse em manter. O Google não vai mergulhar a esmo em um desenvolvimento da miscelânea do Android e Chrome OS e realmente não tem qualquer razão para isso.

Com informações de  Ostatic.

Fonte: revista.espiritolivre.org

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s